BR Confidencial

Br Convida

Amanda Henriques

dom, 17/08/14

Amanda Henriques é uma jornalista carioca de 26 anos, apaixonada por marketing e cerveja boa. A união dessas paixões fez nascer a Maria Cevada, um blog focado no público que está começando a curtir os primeiros rótulos de cerveja artesanal, as “cervejas de verdade”.

“Quando eu comecei a experimentar as primeiras “cervejas especiais” foi como se alguma coisa estivesse mal explicada: “mas isso não pode ser cerveja como a cerveja que tomamos no churrasco e compramos aos lotes no supermercado”. As diferenças de cores, aromas, sabores, teor alcoólico eram gritantes e me colocaram em uma busca por mais informações (e rótulos diferentes!) e… Que bela surpresa descobrir que o mundo das cervejas é bem mais complexo do que ter que escolher simplesmente entre uma marca e outra.

www.mariacevada.com.br ©Reprodução

www.mariacevada.com.br ©Reprodução

Cerveja com gosto de bacon? Tem. Com aroma de fruta? Tem. Final apimentado? Por que não? Toque de chocolate? Amadeirado? Cerveja que parece champagne ou vinho branco? Cremosa, refrescante, clara, escura, vermelha e até verde? Tem. Entre estilos, subestilos e suas histórias, me apaixonei. E me dei conta que com certeza mais gente passava por essa mesma sensação, sem saber ao certo por onde começar, onde encontrar cervejas diferentes ou conseguir informações.

Eu trabalho com marketing digital e é quase uma mania criar sites estruturados para dar conta dos meus hobbies. Foi assim que surgiu a Maria Cevada, um espaço para que eu pudesse dividir minhas experiências, viagens, degustações, tudo relacionado a esse caminho cervejeiro de aprendizado. O nome é uma brincadeira com um pejorativo feminino para já quebrar tabus no primeiro gole: “Sou mulher, gosto de cerveja e isso não é uma questão. Quem curtir cerveja boa é só seguir as dicas e vir comigo”. Deu certo.

www.mariacevada.com.br ©Reprodução

www.mariacevada.com.br ©Reprodução

A Maria Cevada não é direcionada a mulheres e assim foi entendida. O público hoje é 70% masculino. Aliás, tanto é democrático que o namorado, Anderson Senne, resolveu ajudar, embarcar na aventura de câmera fotográfica e tulipa na mão. Não só apoia em tudo como também escreve para o site que passou a ser um pedacinho gostoso da nossa vida. Recentemente começamos uma websérie para falar sobre estilos de cervejas de forma bem didática.

Vão ser 16 episódios inicialmente, mas já de olho em uma segunda temporada por vir. A repercussão dos vídeos e do blog como um todo é super positiva e quanto mais o amor à cerveja, maior é a vontade de aprender. Em breve, começo um curso de sommelier de cervejas para poder trazer informações ainda mais técnicas para o público. Por enquanto, já estou imensamente feliz de poder ajudar a construir a cultura da “cerveja de verdade” e tentar trazer mais gente para um universo de possibilidades que todo brasileiro precisa conhecer”.

Por Amanda Henriques

Deixe uma resposta

Comentar