Oásis de cultura em meio ao deserto

Existe coisa melhor do que conhecer lugares diferentes e inesperados? O mundo é tão grande e temos tanto a descobrir, criar, explorar. E por isso, no post de hoje vim compartilhar com vocês um oásis de cultura e arte em meio ao deserto da Arábia Saudita.

Maraya, espelho em árabe, é uma instalação composta por uma gigantesca estrutura revestida de espelhos que foi criada no meio do deserto da Arábia Saudita. O projeto intitulado foi realizado pelos italianos Massimo Foglatti e Florian Boje do Studio Gioforma e tem cerca de 5.000 m²  e tem um teatro equipado com as mais modernas tecnologias de áudio, iluminação e projeção digital.

A ideia é que diversos festivais aconteçam no local. Ele foi aberto em fevereiro deste ano, 2019, com o festival de música  Winter at Tantor e o objetivo é atrair mais e mais turistas para a região (eu já to preparando o roteiro da minha próxima viagem rs).

O efeito proporcionado pelos painéis de espelho são maravilhosos e encantadores. O  local é considerado pelo UNESCO como patrimônio mundial:


Prêmio Muda: vem aí a primeira edição da premiação eco-friendly

O tema sustentabilidade tem sido cada vez mais pautado pela grande e pequena mídia, assim como tem grande apelo e força nas redes sociais. Este movimento não ficou apenas no discurso e tem cada vez mais sido colocado em prática por pessoas e cobrado um posicionamento das empresas.

 E hoje no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, ocorre a primeira edição do Prêmio Muda – “iniciativa das Edições Globo Condé Nast para promover e multiplicar práticas sustentáveis nas indústrias de moda, beleza e design do Brasil”.

E claro que o troféu segue a mesma iniciativa do prêmio. Ele foi desenhado pelo designer Paulo Goldstein, e é feito com madeira de reaproveitamento e hastes/aros de bicicletas descartadas.

Além da curadoria feita pela Vogue, Casa Vogue e Glamour, o prêmio possui a categoria Voto Popular e contou com mais de 11 mil votações. Apesar de ser uma premiação, o grande vencedor somos todos nós e o planeta. Que esta iniciativa impulsione e promova ainda mais a consciência local/global ambiental e que a gente procure sempre buscar saber de onde estamos consumindo.

Prêmio Muda

Local: MIS (Museu da Imagem e Som) – Av. Europa, 158 

Site: www.mis-sp.org.br

Data: 16/04/2019
Horário: das 9h às 14h


Dica para quem não gosta de roupas coloridas

O SOS Gogoia desta semana é para quem prefere looks neutros a coloridos! A Marcela me contou que é apegada a peças pretas e escuras, e que, para alternar, recorre ao estilo navy. Ela me pergunta como pode variar o visual para não deixá-lo carregado, mas mantendo a neutralidade do look! Marcela, há outros looks neutros além do preto básico e do navy. Por exemplo, você pode alternar com as cores cinza, branco e tons pasteis, além de investir em peças com estampa estilo exército.

Se você quer dar uma aliviada no visual, jogue acessórios que equilibram, como prata e dourado. Brincos, maxi brincos e colares dão uma iluminada no visual! Com o verão, você pode também brincar com o cumprimento das roupas, deixando a pele à mostra. Use itens que quebrem um pouco o tom monocromático, como um lenço branco combinando com o top branco. À noite, aposte na make, e aplique um batom brihante!

Preto, branco e cores neutras permitem um look chique e clássico, e impõem certa seriedade. Para descontrair um pouco o visual, você pode usar a criatividade e mudar o tom dos botões da T-shirt, por exemplo. Ou estampas, como animal print, que podem até mudar o visual totalmente! Outra ideia é combinar vestido e casaco de mesmas cores, dando a impressão de um conjunto só.


Plantinhas em apartamentos: inspire-se e saiba como ter.

Hoje vamos falar sobre um assunto que eu amo: espaços verdes em casa. Seja uma hortinha, plantas ou flores, elas trazem novos ares para o nosso lar , embelezam o ambiente e te deixam ainda mais aconchegado.  Apesar de parecer difícil de cuidar, eu juro que é mais simples do que parece.

Eu mesma tenha plantas e horta em casa e posso falar com confiança que super funciona. E pensando em ajudar vocês, resolvi separar algumas dicas e inspirações para vocês darem o primeiro passo.

  1. Encontre o local ideal

Você não precisa ter um super apartamento, jardim em casa ou coisa do tipo. Existem diversos tipos de plantas e hortas para você poder colocar no seu cantinho, mas não podemos esquecer da principal regra para achar o local ideal: LUZ!

A maioria das plantas que você quiser vão precisar de um espaço iluminado, mas se não houver entrada de luz solar no seu apartamento, a alternativa é usar plantas que sobrevivem com menos iluminação: para uma hortinha a dica é plantar salsinha, alface, orégano, hortelã, espinafre e erva-cidreira.

  1. Materiais necessários

 

Você vai precisar de alguns materiais caso queira plantar sua mudinha. A dica para quem está começando é que já compre a planta de escolha já grandinha e sinta como é cuidar dela. Depois seguir para o nível mais difícil que é começar plantando do zero.

 

Você irá precisar de vasos, jardineiras ou recipientes, substrato para o plantio, argila expandida para colocar embaixo dos vasos e das mudas. Mas, se você optar por fazer o jardim na vertical, use outro material menos pesado que a cerâmica, como vasos de plástico reciclado.

 

  1. Veja os cuidados necessários

 

Com o passar do tempo, sua planta e horta podem tomar aspectos diferentes e menos saudáveis, fique sempre de olho para ver se estão sendo bem regadas, sem poeira e tomando o sol necessário. As plantinhas sempre indicam se algo está errado, com o tempo você vai aprender a perceber os sinais para poder corrigir o que for necessário.

 

Lembre-se sempre de manter as plantas regadas e limpas. Às vezes o acúmulo de poeiras, picadas de insetos ou excesso de água podem prejudicar a saúde de sua plantinha. Existem pesticidas naturais fáceis de comprar ou fazer em casa que você pode usar também.

  1. Crie uma rotina

 

Eu costumo dizer que plantas são que nem filhos e bichinhos de estimação, só que mais fáceis de cuidar. Ou seja, aprenda a ter uma rotina e não esquecer da existência de sua mudinha só porque ela não faz barulho, ok? Rs

 

Essas foram algumas dicas básicas para você que quer começar a ter um espaço verde em casa. E caso você queira conhecer empresas que possam te ajudar, a Noocity pode te ajudar demais, eles tem diversos produtos, inclusive “sacos” de jardinagem geniais para você ter uma horta em casa e aproveitem para conhecer também o Paisagismo Comestível, eles projetam hortas lindas -inclusive a minha- dentro de sua casa e te ajudam na manutenção também!

 

Espero que tenham gostado e mandem fotos das suas plantinhas e hortas usando a hashtag #gogoia e #gogoia30. Vou adorar ver e compartilhar.


Arstistas Brasileiros em NYC

Vamos exaltar nossos artistas e designer brasileiros sempre. Nosso potencial é infinito e a produção criativa de nosso país é tão extensa quanto a nossa multiculturalidade e diversidade.

E hoje, dia 13, está sendo a conclusão do Collect Brazilian Jewelry, exposição de joias autorais, na One Art Space Gallery em Nova Iorque. O evento começou no dia 7 e nesses dias incríveis contou com 20 designers brasileiros expondo seus trabalhos com um desafio:

 

A edição deste ano é em celebração ao empoderamento feminino, ou seja, cada designer teve a missão de criar uma coleção para sua loja que representasse este tema e conseguisse cativar as pessoas.

Representando nosso país, segue os nomes dos grandes designers que foram mostrar seus trabalhos: Alice Mendes, Ana Gradin, Antônio Henrique, Berta Antunes, Carol Poubel, Dina Noebauer, Gloria Corbetta, Dorine Botana, Leila Fraga, Luisa Stein, Maria Antonelle, Patrícia Madeja, Pedro Yossef, Samara Rais, Sandra Guarnieri, Sarah Argana, Sebastião Galina, Telma Aguiar, Tércia Desidere e Vera Homsi.

 

E como cada um deles representou o empoderamento feminino? De any maneiras diferentes e com interpretações lindas. Vejam as imagens dos principais trabalhos e dei seu comentário dizendo com qual das criações você mais se identificou.


Uma noite no Louvre

Já imaginou passar uma noite inteirinha dentro do Louvre, em Paris? Agora o sonho dos grandes amantes de arte pode se tornar realidade graças ao concurso que o Airbnb está lançando em parceria com o museu.

 

O vencedor e seu convidado terão direito a any experiências exclusivas como dormir debaixo da mini pirâmide construída para celebrar o 30° aniversário do Louvre, passeio por zonas reservadas com um guia VIP, jantar especialmente preparado por um chef ao lado da escultura Vênus de Milo…ai ai, são tantas coisas!

Ficou interessado? Então se inscreve correndo no site do Airbnb e responda criativamente em 800 palavras a seguinte pergunta: Por que você seria o hóspede perfeito da Mona Lisa?

 

É importante ressaltar que você vai precisar estar livre entre o dia 28 de Abril ao dia 4 de maio. E antes de fecharmos este post e você sair correndo para responder ao concurso, vamos com um pouquinho de história sobre o Louvre e a obra da Mona Lisa.

O grande e célebre museu já passou por várias obras e reformas, mas ele foi construído inicialmente para ser uma fortaleza composta de uma masmorra e um recinto quadrado, na Idade Média pela o rei Filipe Augusto (1165-1223). Anos depois, entre 1364 e 1380, Carlos V (1338-1380) fez obras no Louvre para transformá-lo em castelo. Este projeto foi realizado pelo arquiteto Raymond du Temple e tinha no planejamento salas de estar majestosas, salas de recreação, pátios e todas aquelas coisas que a realeza adora.

 

Francisco I, famoso como o soberano da Renascença, parou as obras de Carlos V e começou a refazer tudo. Foi nesta mesma época que a França conheceu o famoso pintor italiano Leonardo da Vinci e a Mona Lisa. Anos depois, enquanto a corte do Rei Sol ia Versalhes, o Palácio do Louvre foi ocupado por nobres, intelectuais e artistas que tinham ali sua residência. Eles se juntaram e apresentaram um projeto de museu a Luis XVI, o rei aprovou a ideia e deu início à ideia, mas apenas com a Revolução Francesa a Grande Galeria foi aberta ao público.

 

O museu com a cara que conhecemos, ficou pronto durante o Segundo Império. Foram construídos dois corpos de edifícios que cercam o pátio Napoleão onde encontra-se hoje a Pirâmide do Louvre. A Mona Lisa, conhecida também como Gioconda, chegou no museu apenas em 1797, antes disso ela fazia parte da coleção real de Luis XIV.

 

Aposto que agora vai ser mais fácil criar uma resposta digna de passar uma noite no Louvre. Espero que tenham gostado e boa sorte!


Ao infinito e além...

Não é possível que alguém tenha dúvidas de que nós mulheres fazemos história diariamente e que cada vez mais estamos conquistando posições que antes eram vistss como sendo exclusivamente masculinas. E não temos limites,  estamos ocupando diversas áreas, seja na grande culinária, na arte, engenharia, filosofia, política…e agora conquistamos o espaço!

No dia 29 de março, as astronautas Christina Koch e Anne McClain fizeram a primeira caminhada só de mulheres pela Estação Espacial Internacional (EEI). As duas fizeram parte da turma da NASA de 2013 que era 50% feminina.

E o que elas foram fazer lá? As duas decolaram para trocar as baterias instaladas no meio do ano passado e manter as estruturas espaciais funcionando. E enquanto faziam isso do lado de fora, aqui em Terra elas  tinham o apoio de outras duas mulheres, a Mary Lawrence e Kristen Facciol, ambas da Agência Espacial Canadense.

Compartilhar esse tipo de curiosidade com vocês não é apenas para entreter, mas é porque exaltar trabalhos importantes e significativos faz toda a diferença. Já tivemos mais de 200 caminhadas espaciais desde 1998 e de acordo com a NASA, dos 500 viajantes até agora, menos de 11% eram mulheres. Em outros termos, das 500 pessoas que viajaram, menos de 50 eram mulheres nestes 21 anos de viagens espaciais.

 

Orgulho demais dessa equipe e de todas as mulheres que estão mostrando que somos capazes de qualquer coisa. E falando nisso,  vocês sabem quem foi a primeira mulher a fazer uma viagem espacial? No dia 25 de julho, a soviética Svetlana Savitskaya tornou-se a primeira mulher a realizar uma caminhada espacial.

 

Espero que vocês tenham gostado e saiam espalhando essa curiosidade tão pouco falada pelas redes e deixe nos comentários/redes sociais, mulheres que te inspiram e marcaram a história.


Óleo de coco para os cabelos

São inúmeros os benefícios do coco. Seja sua água (que não tem nada melhor para se refrescar), a polpa, ou as infinitas utilidades com seu óleo.

O tão famoso óleo de coco é usado como emagrecedor, tempero para comidas diversas e matéria-prima para produtos de várias ordens. Agora, a nova modalidade é como “remédio” capilar e, claro, fomos testar.

A dica é bem simples:
1.Aplique antes do shampoo qualquer condicionador ou neutralizante com o Ph baixo, deixe agir de 2 a 3 minutos.
2.Remova com bastante água.
3.Aplique o shampoo deixe agir por 1 minuto, enxague e aplique novamente.
4. Finalize com seu condicionador de costume.
5. Dessa forma o condicionador além de ajudar a selar e neutralizar o óleo ele também vai desembaraçar e ajudar na aplicação do shampoo.
O resultado? O cabelo ficou MA-RA-VI-LHO-SO! Dá um brilho e maciez absurda.
Depois de testar que nós fomos procurar saber mais na internet e descobrimos que além do aspecto incrível, o óleo de coco é ótimo para a saúde dos fios.

Você consegue comprar facilmente em loja de produtos naturais, alguns mercados e até em farmácias.

Se jogue!


Cinco versatilidades para o seu blazer

A moda é assim: vai e volta, se renova, te inspira! O blazer, por exemplo, já foi tido como um item ideal para ocasiões sérias e formais – como casamentos -, e por isso ele acaba ficando guardado por meses até que surge outro compromisso “ideal”. Mas as portas se abriram para esta peça, e ela pode se tornar um verdadeiro curinga para seus dias!
Primeiro, saiba as características do blazer ideal para usá-lo de forma versátil:
Evite comprar um blazer muito ornamentado/enfeitado, pois isso irá torná-lo menos adaptável a outras combinações. Da mesma forma, uma jaqueta com brilhos ou simples demais não se encaixará em situações formais, como casamentos – portanto, botões dourados e estampas não são bem-vindos se você quer um item pronto para qualquer ocasião.

Um blazer de estampa lisa e cores uniformes são mais versáteis. Prefira os de dois botões com bolsos, pois será suficiente para qualquer ocasião. E tons escuros, como azul marinho, são perfeitos para escritório.
>Quanto à textura, o blazer, que é feito de lã, pode se tornar um incômodo durante o verão. A alternativa é dar preferência à lã fria, pois esses modelos de blazer são pensados para Primavera/Verão, portanto não esquentam em excesso.
Agora que você já sabe como deve ser seu blazer perfeito, veja como ele funciona em cinco combinações diferentes:

1. Blazer + T-Shirt branca + Jeans escuro: Dispensando o colarinho, o look fica menos formal e mais despojado, concorda?

Observe que a T-Shirt tem que ser justa e alinhada à sua silhueta. Não cai bem um blazer por cima de uma camiseta folgada – isso irá arruinar seu estilo!
Finalize combinando um calçado branco ou em tom claro, para harmonizar com a T-Shirt branca.

2. Suéter com capuz + T-Shirt + Calça chino: Conforto em um look mais a cara do inverno!

Nestes looks, casaco de lã para esquentar no inverno, seja ele um suéter, blazer ou cardigan, com ou sem capuz.
Não se confunda: a calça Chino parece calça de alfaiataria, mas na verdade é feita de algodão. Identifique pelo formato dos bolsos: se eles forem retos, a calça é Chino; se forem arredondados, é um jeans. Faça a combinação tanto para situações formais como para casuais.
Aqui, uma bota de cano alto ou tênis de lona finaliza o look mantendo o charme!

3. Blazer fechado + Camisa oxford + Calça chino: Do escritório para o happy hour

Sabe aquela combinação – camisa social e calça alfaiataria – que é praticamente seu uniforme de trabalho? Agora você pode aproveitá-la para ir ao happy hour, um passeio no parque ou um domingo com amigos!
O segredo é quebrar a formalidade do look, dispensando a gravata e optando por calças Chino, que parecem ser de alta costura, porém são de algodão. Temos, então, o look casual perfeito para escritório! Com o tênis o look fica esportivo, mas evite materiais como nylon – a formalidade do escritório pede um calçado trabalhado no couro ou materiais similares.

4. Blazer + Gola rolê + Calça de flanela: Sofisticado e discreto, para ocasiões formais ou finais de semana

Este um look é sofisticado, portanto a aparência polida e cores harmônicas é essencial. Se você usar um suéter de tricô mais grosso e encorpado, combine com um chapéu fedora de feltro e um sapato classudo: o charme é garantido neste look super sedutor!
Portanto, prefira acessórios discretos para não errar na mão e sapatos artesanais, estilo brogue ou oxford, caem bem!

.

5. Blazer + Gravata tricô + Suit trousers: Um laço discreto, porém charmoso, no pescoço!

Aqui, optamos por uma a camisa social azul-claro sem costuras. A gravata de tricot em um tom mais escuro fará você se destacar dos colegas dentro do escritório. Perceba o contraste entre as cores da camisa, calça e o laço escuro.
Agora é só organizar seu armário e visualizar as diferentes combinações entre seus acessórios e as peças. Divirta-se com estilo e não deixe de dar a sua cara ao visual!


A história do macacão

O macacão é uma peça de roupa versátil que faz parte da história da moda. Surgida em meados de 1790, era uma roupa de trabalho usada por homens. Seu material era feito de linho ou algodão resistente e na 1ª Guerra Mundial, começou a ser usada por mulheres que trabalhavam nas fábricas. Nos Estados Unidos nos anos 20, a peça se tornou uniforme de mecânicos pela sua resistência e praticidade.

Nos anos 30 o macacão saiu das fábricas e foi para as ruas como uma solução prática para roupas infantis. Logo após, nos anos 60, se popularizou e se tornou artigo de moda, usado por famosos como Elvis e Marly Mooron, tornando-se popular e um item do guarda-roupa de todas as classes e estilos.

O macacão também chamado de jardineira em Portugal é uma peça extremamente versátil e uma peça que nunca sai de moda. Longos ou curtos, em qualquer estação estão em alta. Nos dias de hoje existem inúmeros matérias para a confecção do macacão que geralmente possui um corte um pouco mais largo, combinando com o dia a dia.

Um clássico que nunca sai de moda é o macacão jeans. O jeans por ser neutro combina com todos os estilos, do básico ao fashion, dependendo da blusa, sapato e acessórios que acompanhem. E essa peça tão versátil pode ser usada de inúmeras formas com blusa preta, branca, chinelos, sapatos de salto, sapatilha, diversos acessórios, como colares e pulseiras.

Em geral os primeiros modelos eram soltinhos com as pernas largas, mas com as adaptações temos também aqueles mais justos, fazendo dessa peça uma solução eclética que combina com todos os formatos de corpo.

Os mais soltinhos quando combinado com acessórios, não tiram a feminilidade e combinam com todas as ocasiões.

A lavagem mais conhecida do jeans é azul, mas esta não é a única possibilidade de macacão jeans. Com diversas cores e combinações, o preto, por exemplo, além de ser uma peça chave é o mais básico das opções e deixa a silhueta aparentemente mais fina. As peças coloridas combinam com cores neutras como preto e branco. O macacão jeans também pode ser usado por crianças e adolescentes, pois além de versátil é super confortável, elegante e jovial.

Veja alguns modelos para te inspirar.