BR Confidencial

SOS Gogoia

Dicas pra sobreviver ao cabelo oleoso

ter, 01/03/16

Cabelo oleoso é um problema para muita gente. É super chato lavá-los pela manhã e a tarde já estar com aparência de sujo. Porém, existe solução para isso desde que você entenda direitinho suas particularidades e deixe de lado mitos que só atrapalham seus cuidados.

Veja algumas dicas que irão te ajudar - Foto: Reprodução

Veja algumas dicas que irão te ajudar – Foto: Reprodução

Preciso lavar os cabelos no mínimo uma vez por dia? NÃO
O ideal é lavar dia sim, dia não ou até mesmo dar o descanso de dois dias. Assim, o organismo vai percebendo que não precisa produzir tanto sebo. Se a oleosidade vier junto com dermatite seborreica, então, o problema será ainda mais agravado com as lavagens frequentes e excessivas.

Água quente deixa o cabelo oleoso? SIM
A temperatura da água deve ser morna, próxima à temperatura corporal, pois tanto a água quente quanto a fria “assustam” o couro e ativam a produção de sebo.

Não posso usar nada com óleo nos cabelos? NÃO
Alguns estudos recentes indicam que a aplicação do óleo faz com que o corpo perceba que não precisa mais fabricá-lo. Por isso, não precisa fugir dos produtos com óleo. Teste e veja como o seu organismo reage após o uso.

O uso do secador piora o problema? SIM
As altas temperaturas vão fazer com que a oleosidade apareça mais rapidamente. Sabe aquela recomendação de diminuir até parar? É a melhor em se tratando do uso do secador quando se tem cabelos oleosos. Quem é refém do calor vai ter dificuldade no começo, mas o ideal é ir deixando os fios secarem naturalmente até aposentar o secador de vez. Com o tempo, você vai ver que até as lavagens poderão ser mais espaçadas.

Creme para pentear é inimigo do cabelo oleoso? SIM
O leave-in não foi desenvolvido pro seu tipo de cabelo. Por outro lado, condicionador e máscara específicos pra cabelos oleosos devem ser usados pra não deixar as pontas dos fios ressecadas. Se você não consegue deixar os fios secarem sem produto, use um pouco de óleo nas pontas.

Deixe uma resposta

Comentar