BR Confidencial

O Mundo de Gogoia

Os efeitos do salto alto

Você sabe o que acontece com seus pés com o uso contínuo de salto? Embora haja tanto desconforto e, dependendo do esforço, dores na região dos pés, o salto alto é um vício para muitas mulheres. Isso porque ele nos proporciona novas sensações e também uma melhora na autoestima.

De acordo com podólogos, os danos musculares começam com saltos que medem, no mínimo, 5 centímetros. Os efeitos variam de acordo com peso, altura e estrutura corporal de cada pessoa. A sua postura, por exemplo, é um dos principais afetados pelo uso contínuo dos saltos altos. E um salto de 10 centímetros pode te provocar efeitos semelhantes que um salto de apenas 2 centímetros.

Dores e machucados: saltos altos são uma beleza, mas acessórios também está carregado de efeitos. @Reprodução da internet

Dores e machucados: saltos altos são uma beleza, mas acessórios também está carregado de efeitos. @Reprodução da internet

O salto alto força-nos a inclinar o pé e concentramos todo o peso do corpo sobre os dedos. O andar no salto acaba contraindo a panturilha e forçando a coluna e os joelhos. Esses danos acontecem porque o salto inverte a concentração de peso, e a pressão sobre o peito do pé é maior. O ideal é um equilíbrio entre calcanhar e a parte frontal, mas não é bem assim que acontece, né?

Prefira os saltos médios, que  tenham correntinhas para dar segurança e conforto aos pés. @Reprodução da internet

Prefira os saltos médios, que tenham correntinhas para dar segurança e conforto aos pés. @Reprodução da internet

Para o dia a dia, prefira saltos de 3 a 4 centímetros de altura, com taco (parte física do salto, que determina seu modelo) mais largo e correntes que entrelaçam o calcanhar, para dar mais firmeza no seu andar. Salto em modelo Anabela também costuma ser mais confortável e dar mais segurança aos pés.

Deixe uma resposta

Comentar